em 12x

Envio para todo o país

Saiba os prazos de entrega e as formas de envio.

Versão Do Álbum:Edição limitada

Estoque disponível

Características principais

Nome do artista del album
Chico Buarque
Nome do álbum
Vida (1980) Verde + Azul Translúcido
Companhia produtora
Universal Music
Formato
Físico
Tipo de álbum
Lp Vinil Verde/Azul Translúcido
Incluí faixas adicionais
Não
Ano de lançamento
2023
Tipo de embalagem
Produto enviado em Caixa de Papelão Reforçada/Isopor/Espuma Polietileno/Devidamente Identificado FRÁGIL

Outras características

  • Quantidade de canções: 12

  • Origem: Brasil

  • Gênero: MPB

  • Quantidade de peças: 1

Descrição

Lp Vinil Chico Buarque -Vida

LP NOVO/LACRADO DE FABRICA
VINIL: Verde/Azul Translúcido
Reedição Universal Music/2023

ATENÇÃO: VINIL NOVO DE FÁBRICA. ALGUNS TITULOS DA UNIVERSAL MUSIC VEM EM PLÁSTICO COM FECHAMENTO ADESIVADO (VER A PARTIR DA TERCEIRA IMAGEM). NÃO VEM LACRADOS COMO AS DEMAIS.

INFORMAÇÕES DO PRODUTO:
Recheado de clássicos, ‘Vida’ traz um artista em fase exuberante, inspirado em letra, música e canto. Aos 36 anos, mesmo ao gravar músicas que já tinham feito sucesso em registros antológicos, como “Bastidores” (que reaqueceu a carreira de Cauby Peixoto) e “Morena de Angola” (estourada por Clara Nunes), Chico Buarque mostra-se excelente intérprete da própria obra.
Lançado em dezembro de 1980, quando, entre bombas e atentados, o Brasil ensaiava sua redemocratização, o disco traz um autor menos visado pela Censura. No irresistível samba de gafieira “Deixa a Menina”, ele se diverte, encaixando uma resposta feminista ao clássico sincopado “Sem Compromisso”, de Geraldo Pereira: “Por trás de um homem triste, há sempre uma mulher feliz/ E atrás dessa mulher, mil homens, sempre tão gentis”.
A faixa-título, de acento cubano, foi composta para a peça “Geni”, de Marilena Ansaldi, e revela uma personagem que, perto da morte, faz um balanço doce-amargo, mas se agarra ao amor pela vida. “Luz, quero luz”, canta Chico, parafraseando as famosas últimas palavras de Göethe (“luz, mais luz”), em meio à orquestração sublime de Francis Hime.

‘Vida’ consolida o período áureo da sinergia com o parceiro Francis. É ele quem assina os magistrais arranjos em dez das doze canções, expandindo a delicadeza de jóias antológicas como
“Mar e lua” e “Qualquer canção”, e conferindo a grandiosidade adequada a “Fantasia”.
Na obra-prima “Eu te amo”, escrita com Tom Jobim para o filme homônimo de Arnaldo Jabor, o arranjo e o piano são do próprio Tom. Tal qual o paletó que enlaça o vestido da amante nos versos lapidares de Chico, música e letra valsam abraçadas — e a voz ímpar da mineira Telma Costa, um cometa que a MPB perdeu em 1989, aos 35 anos, torna tudo mais perfeito.
Outra faixa clássica é “Bye bye, Brasil”, feita em parceria com Roberto Menescal para o filme de Cacá Diegues. É uma versão abolerada, diferente da gravação funky lançada em single em 1979, com arranjo classudo de Menescal. Na letra, com humor pop, Chico destrincha o Brasil profundo em transformação na década que terminava.
Tesouro da memória afetiva de diversas gerações de fãs de MPB, “Vida” ganha agora reedição em vinil da Universal Music.

Repertório do LP:
Lado A:
1. Vida
2. Mar e Lua
3. Deixe a Menina
4. Já Passou
5. Bastidores - Backstage
6. Qualquer Canção
7. Fantasia

Lado B:
1. Eu Te Amo
2. De Todas as Maneiras
3. Morena de Angola
4. Bye Bye Brasil
5. Não Sonho Mais

Garantia do vendedor: 30 dias